Endereço : Rodovia GO 462, KM 12, Zona Rural - Santo Antônio de Goiás - GO


Contato : (62) 3533-2192 | sinpafssgoias@gmail.com

Embrapa e instituições chinesas discutem parcerias

 
20/12/17 | Relações Internacionais

 

Na semana passada, a Embrapa realizou missão a Pequim, na China, para reuniões bilaterais com a Academia Chinesa de Ciências (Chinese Academy of Sciences - CAS), a mais renomada instituição de pesquisa do país, e com a Academia Chinesa de Ciências da Agricultura (Chinese Academy of Agricultural Sciences - CAAS), o braço científico do Ministério da Agricultura da China. A Embrapa foi representada pelo chefe da Secretaria de Relações Internacionais (SRI), Alexandre Amaral, e pelo pesquisador da Embrapa Soja (Londrina, PR) Alexandre Nepomuceno.

Quatro temas principais nortearam a missão: prestação de contas do acordo entre Embrapa e CAAS, facilitação de intercâmbio de material genético e renovação do memorando de entendimento, ambas entre Embrapa e CAAS, e perspectivas de cooperação científica entre as instituições, sobretudo na área de biotecnologia.

Na CAAS, foram visitados dois centros de pesquisa: o Biotechnology Research Institute (BRI) e o Institute of Crop Science (ICS). Os representantes da Embrapa reafirmaram o interesse em continuar a cooperação com a CAAS, em conversas com o responsável pela área internacional, Gong Xifeng, e demais representantes de pesquisa da instituição.

Na CAS, a Embrapa esteve no Institute of Genetics and Developmental Biology (IGDB), onde a ênfase foi na cooperação em edição genômica. As discussões de nível tático ocorreram com o chefe da divisão internacional da CAS e com o chefe do IGDB.

Nas visitas, Alexandre Amaral e Alexandre Nepomuceno ministraram seminários sobre os principais desafios e oportunidades nas áreas de cooperação científica e biotecnologia.

O pesquisador da Embrapa Soja, um dos líderes na área de biotecnologia na Empresa, discutiu com os chineses os principais desafios da tecnologia de edição genômica. A visita foi uma ocasião para avançar nas negociações para uma cooperação inédita em plantas, com uma das maiores especialistas do mundo na área, Caixa Gao, pesquisadora líder da CAS.

Em janeiro uma delegação da CAAS e do Ministério da Ciência e Tecnologia da China deve discutir o tema com a Diretoria da Embrapa. Além disso, de acordo com Alexandre Amaral, estão previstos workshops entre Embrapa e CAS em edição genômica e a renovação do memorando de entendimento com a CAAS.

Entre 2012 e 2014 a Embrapa desenvolveu na CAAS, o Labex China, com a temática de pesquisa em recursos genéticos. “A expectativa é que, quando os desafios orçamentários da Embrapa forem superados, o programa Labex volte a operar nesse país tão importante no cenário global”, afirma Amaral.

Larissa Morais
Secretaria de Comunicação